Author - admin

Gastroenterologista trata de doenças ou alterações em todo o trato gastrointestinal.

Mais conhecido como gastro, o gastroenterologista é o profissional especializado no tratamento de doenças ou de alterações de todo o trato gastrointestinal que compreende desde a boca até o ânus.

Ele é o profissional que trata doenças que tem relação com a digestão, trata dores de estomago, cólicas intestinais, prisão de vente, diarreia e muitas outras.

O gastroenterologista está apto a realizar consultas, exames, receitar remédios e, ainda, orientar seus pacientes sobre o que fazer para manter a saúde e possibilitar que os órgãos dessa região do corpo funcionem da melhor maneira possível.

Gastro trata quais doenças?

O gastro é o médico que trata todas as alterações que ocorrem no esôfago, estômago intestino, pâncreas e fígado. Sendo assim, conheça abaixo as principais doenças tratadas por esse especialista:

Pedra na vesícula: a pessoa pode sofrer com vômitos logo após ingerir comida. Ao aparecer os primeiros sintomas, a pessoa deve procurar ajuda profissional o quanto antes. Há casos em que o paciente é submetido à cirurgia.

Gastrite e úlcera gástrica: Dor no estômago, má digestão, queimação e enjôo são alguns dos sintomas mais comuns em quem sofre com gastrite e úlcera gástrica.

Doença do refluxo gastroesofágico: azia, má digestão, dor e queimação no estômago podem ser motivados pela doença do refluxo gastroesofágico.

Hemorroidas: é a doença que causa sangramento pelo ânus.

Intolerância à lactose: a pessoa não pode ingerir leite e seus derivados. Quando ingere sofre com diarreia e inchaço.

Doença inflamatória intestinal: tem relação direta com a imunidade da pessoa. Ela causa diarreia e sangramentos no intestino.

Pancreatite: essa doença é decorrente da inflamação do pâncreas. Essa situação é oriunda da ingestão de bebidas alcoólicas em excesso e gera dor na barriga.

Síndrome do intestino irritável: a região abdominal apresenta desconforto e a pessoa sofre com diarreias.

Hepatite e cirrose: essas duas doenças são graves e exigem tratamento imediato. Como sintomas, a pessoa apresenta olhos amarelos, vômitos, sangramentos e aumento da barriga.

Diante do que foi exposta acima, a pessoa que apresentar qualquer um dos sintomas deve o quanto antes buscar ajuda médica. O médico Gastroenterologista é a melhor opção para tratar desses casos.

AGENDAMENTO ONLINE


Category: Notícias

Quanto custa um Hemograma completo?

Diferente do convencional. Assim pode ser definido o hemograma completo, pois esse exame tem a função de apresentar um diagnóstico completo da saúde de um paciente.

É comum os médicos solicitarem o hemograma completo quando desconfiam de distúrbios que tem ligação direta com o sangue como o caso de doenças autoimunes, a leucemia e a anemia.

É no hemograma completo que são medidos os níveis das hemácias que também são conhecidas como glóbulos vermelhos. Os glóbulos brancos, conhecidos por leucócitos e as plaquetas também aparecem nesse exame.

Especialistas em procedimentos de rotina costumam fazer essa solicitação, pois objetivam realizar uma avaliação completa da saúde do paciente.

Para que serve o hemograma completo?

Como é um procedimento simples, ele acaba sendo o exame mais pedido pelos médicos, pois ele apresenta o diagnóstico de doenças e, ainda, ajuda a controlar a evolução de outras que podem ser acompanhadas por meio da realização desse exame.

Além de oferecer ao médico uma avaliação completa dos glóbulos vermelhos, brancos e das plaquetas, ele ainda é capaz de medir a hemoglobina corpuscular média (HCM) e o volume corpuscular médio (VCM).

O volume corpuscular médio (VCM) apresenta o peso das hemácias e a hemoglobina corpuscular média (HCM) apresenta o peso da hemoglobina que está presente em cada hemácia.

Além disso, ele também mede o nível de concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM), que é a concentração desta dentro das hemácias. Por meio do exame, ainda é possível avaliar o índice redcelldistributionwith (RDW) que visa apresentar a alteração de tamanho dos glóbulos vermelhos.

Como o hemograma completo é feito?

De forma simples. Assim pode ser definida a realização do hemograma completo. A coleta é feita por uma agulha que é coloca na região dorsal ponde ser no braço (local mais comum), como também na mão ou no mundo.

No entanto, diferentemente do exame de sangue comum, a quantidade de sangue coletado é maior.

O resultado do exame vai trazer a quantidade de cada tipo de glóbulos que estão no sangue em um comparativo a dois padrões e em percentagem. É apresentado ainda o hemotócrito (HT) que visa medir o percentual de volume de hemácias que estão em uma amostra de sangue total.

Por ser mais complexo, o paciente deve levar os resultados a um especialista, pois o profissional poderá explicar, caso tenha aparecido alguma alteração no exame e que indica o aparecimento de uma doença.

Quando o hemograma completo é solicitado?

Muitas vezes o hemograma acaba sendo um exame de rotina devido a sua capacidade de diagnosticar diferentes doenças e por ser capaz de apontar como esta a saúde do paciente. Quando o paciente apresenta sinais de cansaço ou fraqueza, sangramentos no nariz, gengivas e na pele, inflamações ou infecções, policitemia e anemia e demais doenças do sangue, o hemograma completo é solicitado.

por isso o importante é sempre se alimentar bem, antes do exame coma mais legumes e verduras, para se fortalecer.

Quando feito na rede particular, o hemograma completo não custa caro assim como nas redes que podem ser chegar a cobrar no máximo R$50. Como é simples, o Sistema Único de Saúde (SUS) e os demais planos apresentam cobertura.

Cursos e Consultoria

Despachante Aduaneiro


Category: Notícias

Quando procurar um cardiologista?

O cardiologista é o médico que diagnostica e trata doenças do coração e é preciso buscar esse profissional quando sintomas como cansaço constante e dor no peito aparecem, pois, esses sintomas podem indicar que o coração não está muito bem.

A pessoa que já teve alguma doença diagnosticada, como arritmia ou insuficiência cardíaca deve visitar o médico a cada seis meses ou sempre que o médico pedir novos exames ou realizar ajustes de tratamento, quando é preciso.

Pessoas que apresentam fatores de risco tem chances elevadas de desenvolver problemas cardíacos e, por esse motivo, é comum que eles sejam submetidos a exames específicos a fim de descartar qualquer problema.

Homens que apresentarem fatores de risco precisam começar a seguir orientações dos médicos a partir dos 30 anos de idade e as mulheres precisam procuram assim que completarem 40 anos.

As mulheres que não apresentam fatores de risco devem fazer acompanhamento a partir dos 50 anos e os homens ao completarem 45 anos.

Fator de risco significa chance mais alta de desenvolver problemas de coração e alguns desses fatores podem ser: obesidade, ser fumante, colesterol elevado e ser sedentário.  Quanto mais fatores de risco a pessoa tiver, maiores são as chances de um problema aparecer.

Quais são os sintomas mais comuns de problemas no coração?

Os sintomas mais comuns de problemas no coração são: cansaço constante mesmo quando a pessoa está em repouso; acorda tossindo no período noturno, as pernas, pés e tornozelos estão inchados no final do ar; falta de ar em repouso ou quando precisa realizar pequenos esforços; dor no peito em momentos de tensão ou de maneira constante; dificuldade para dormir em uma cama que tem cabeceira baixa.; batimentos do coração muito rápidos ou mais lentos que de costume; palpitações; coração com batimentos irregulares; pele azulada ou pálida e desmaios.

Caso a pessoa apresente algum dos sintomas descritos acima, o indicado é recorrer a um cardiologista imediatamente, pois essa situação pode indicar que o coração está com algum problema e que precisa de tratamento para que a vida não seja colocada em risco.

Exames para identificar problemas no coração

Para identificar algum problema no coração do paciente, o médico pode solicitar um ecocardiograma, o eletrocardiograma, o teste ergométrico ou, ainda, a ressonância magnética.

No ecocardiograma, serão feitas imagens de diferentes partes do coração quando ele está em movimento. Isso servirá para analisar as cavidades, as válvulas cardíacas e função cardíaca.

No eletrocardiograma, são registrados os batimentos do coração a partir de eléctrodo metálicos que são colocados sobre a pele da pessoa que precisa fazer o exame.

O teste ergométrico é um teste de esforço e ele é solicitado para a detecção de problemas que não são percebidos quando a pessoa não está fazendo nenhuma atividade. O teste ergométrico faz com que o paciente ande de bicicleta ou corra na esteira. Por fim, a ressonância magnética visa a obtenção de imagens do tórax e do coração.

Quais são as doenças cardiovasculares mais comuns?

As doenças mais comuns são arritmia, insuficiência cardíaca e infarto. É importante detectar essas doenças o mais rápido possível. Aqueles que já tem algum problema diagnosticado deve visitar o médico duas vezes por ano.

Category: Notícias

Pediatra em Itaquera

 9 conselhos de pediatras

Mãe quer ver o seu filho sempre saudável, não é mesmo? Por isso, ela está sempre atenta para não deixar a criança exposta a agentes infecciosos, um prato colorido rico em nutrientes está sempre pronto e as atividades físicas também fazem pra rotina. Esses, porém, são alguns cuidados comuns que os pais incluem na vida cotidiana dos filhos.

No entanto, neste texto nós vamos trazer 9 conselhos que tem como objetivo trazer um maior fortalecimento da imunidade tanto do bebê quanto de uma criança.

A mãe que acabou de ter seu bebê precisa amamentá-lo até pelo menos os seis meses de vida, porque o leite da mãe é fundamental na imunidade dos pequenos. O leite conta com células de defesa e fatores anti-infecciosos que protegem o organismo do bebê.

É importante também alimentar somente os bebês com leite materno até os seus meses, porém depois disso, é possível fazer uso de outros alimentos até que a criança complete dois anos.

Quando o bebê completa seis meses, ele pode começar a receber outros alimentos que devem conter vitaminas, fibras e proteínas, porém no começo tudo deve ser bem amassado e em forma de papinha, porque aqueles que ainda estão mamando podem engasgar.

A soneca da tarde deve fazer parte do cotidiano de crianças até os cinco anos de idade, porque ela melhorar a coordenação motora e ajuda no desenvolvimento cognitivo. Até um ano e meio, esse cochilo é obrigatório!

A vacinação é mais um cuidado que os pais precisam ter, pois elas previnem diferentes doenças.  Sem falar que elas também atuam no desenvolvimento de células defensoras.

Muitas mães e pais não deixam seus filhos brincarem ao ar livre, porém é risco deixar, porque o maior número de vírus e bactérias não está nos locais abertos, mas sim nos que estão fechados. O contato com outras pessoas ajuda no desenvolvimento da imunidade e de anticorpos.

Os hábitos de higiene devem começar ainda quando bebê, porque além de retirar as impurezas, diminui o número de vírus, bactérias, vermes e outros microorganismos que ficam nas mãos e no corpo.

Desde que não seja exagerada, a prática de exercícios físicos só traz benefícios ao bebê, porque ajuda no desenvolvimento da musculatura, da coordenação motora, previne a obesidade e ajuda no convívio com outras pessoas.

O desenvolvimento de uma rotina também é importante, porque a criança saberá quais atividades precisa desenvolver ao longo do dia. Por isso, pais e mães precisam estabelecer horários para banhos, refeições, brincadeiras e outras atividades.

A rotina é importante, porque ajuda no desenvolvimento da cognição e, ainda, impede que a criança fique ansiosa.

Por fim, não permita que seus filhos fiquem perto de pessoas que fumam, porque um fumante passivo está inalando as mesmas substâncias tóxicas que o ativo. Essas substâncias trazem graves problemas como asma, rinite e sinusite, prejudicam o aprendizado e pode influenciar até em sua audição.

Alguns fumam longe das crianças, porém faz-se necessário esclarecer que isso não adianta, pois, as substâncias ficam presas nas roupas, nos móveis e nas paredes e quando a criança passa a mão, ela acaba levando essas substâncias para sua boca.


Category: Notícias

Para que serve o Endocrinologista?

O endocrinologista é o médico responsável por indicar o melhor tratamento para pessoas que estão acima do peso, pois ele é quem trata os distúrbios hormonais que podem estar relacionados com o excesso de peso apresentado.

O médico solicita alguns exames e diante de uma alteração, ele indica os remédios a fim de resolver o problema.

Alguns medicamentos servem para controlar a tireóide, outros para diminuir o apetite, para acelerar o metabolismo, absorver gordura ou, ainda, para diminuir os líquidos que são retidos pelo corpo e que ajudam na briga contra a balança.

Quando procurar um endocrinologista?

Pessoas que precisam eliminar 20 quilos ou que são obesas devem procurar a ajuda desse especialista, pois ele auxiliará na redução do peso trazendo melhorias pra saúde e da autoestima, pois aquelas gordurinhas acumuladas na barriga serão eliminadas.

No primeiro contato, o médico fará uma avaliação do peso, altura, circunferência do quadril e da cintura e somará isso tudo a sua idade, pois esse fator é fundamental para saber quais são as chances de o paciente desenvolver algum problema cardiovascular e o que ele precisa fazer para chegar ao peso considerado ideal.

Geralmente, após um mês de tratamento, o paciente volta ao médico para que ele avalie como está o tratamento. Em casos em que o paciente não consegue perder peso ou que precisa eliminar mais de 30 quilos, o profissional poderá indicar a cirurgia de redução do estômago.

Além dos medicamentos e da cirurgia, se for o caso, o profissional ainda indicará que o paciente faça exercícios físicos conforme sua capacidade física, pois isso também vai auxiliar na obtenção de uma vida mais saudável.

Demais problemas que são tratados pelo endocrinologista

Além de problemas relacionados ao excesso de peso e obesidade, o endocrinologista trata de problemas de Tireóide como Bócio, Doença de Graves e Tireoidite de Hashimoto; Problemas de crescimento como baixa estatura ou gigantismo; Síndrome dos ovários policísticos; Distúrbios da adolescência como puberdade precoce ou crescimento das mamas nos meninos; Osteoporose ou Osteopenia; Reposição hormonal da Menopausa ou Andropausa; Doenças da glândula supra-renais, como insuficiência adrenal ou síndrome de Cushing; Doenças da hipófise, uma glândula do cérebro; Excesso de pelos; Acne e Infertilidade.

Endocrinologista esportivo é indicado para atletas que desejam melhorar seus rendimentos

Pessoas que praticam atividades físicas devem procurar um endocrinologista esportista, pois ele é o profissional que pode ajudar na melhora do rendimento tanto nos treinos quanto nas competições.

Ele é que poderá indicar quais os suplementos que melhor se enquadram a sua necessidade, porém esse trabalho é feito em parceria com o treinador e o nutricionista.

O endocrinologista desportivo pode solicitar ainda um exame que tem como nome bioimpedância. Ele serve para verificar a quantidade de músculos, de gordura e de água no corpo.

Ao ter acesso a essas informações, o médico indica quais são os melhores caminhos para que o paciente consiga não só eliminar a gordura corpórea como também aumentar os músculos e como conseqüência disso, os resultados tanto nos treinamentos quanto nas competições serão ainda mais altos.


Category: Notícias

Quando procurar o médico clínico geral?

Infelizmente, muita gente acha, de maneira equivocada é verdade, que o médico clínico geral não é um profissional tão necessário quanto os demais, porque ele não buscou se especializar em tantas áreas como as que a medicina oferece.

Contudo, hoje, passar por uma consulta com clínico geral é de extrema importância e de grande valia, porque ele é detentor de características que fazem dele um profissional único.

Afinal, é a pessoa que atua na clínica médica que consegue avaliar o paciente de forma completa e só o encaminhará para um médico especialista quando realmente for necessário.

O médico clínico geral é o profissional responsável por fazer todo o seu check-up durante toda a sua vida.

Durante cada consulta com clínico geral, mais ele irá conhecer sobre você, seu histórico psicológico, social e também conhecer mais e mais sobre a família, fator esse imprescindível na hora de identificar um possível problema de saúde.

Mas, não é só isso que o profissional que atua na clínica médica faz! Ele ainda age de maneira a auxiliar o seu paciente a entender, porque o especialista decidiu adotar essa conduta e, ainda, explica porque o médico especialista decidiu usar tal remédio e não outro.

Mais um ponto que faz do médico clínico geral um profissional indispensável é o seu cuidado especial com pessoas que necessitam do atendimento realizado por médicos das mais diferentes especialidades, porque será a clínica médica a responsável por coordenar todas as ações que são destinadas àquele paciente.

Além disso, é o médico clínico geral que dá todas as informações necessárias para os demais profissionais a fim de mantê-los informados sobre o real estado de saúde do paciente de forma que todas as condutas e medicações sejam feitas de maneira integrada.

Antigamente, a consulta com clínico geral era um hábito, as pessoas não buscavam os médicos especialistas, porque o profissional que atuava com clínica médica era o chamado médico da família.

No entanto, com o passar do tempo, as pessoas deixaram de dar a devida importância a clínica médica, mas devem o quanto antes mudar seus hábitos, sabe por que?

Por que devo reconhecer a importância do médico clínico geral?

Por que o profissional que é clínico geral consegue diagnosticar as mais diferentes doenças como: obesidade leve e moderada; hipertensão arterial; diabetes; investigação e tratamento de doenças cardiológicas leves; osteoporose; dislipidemia (colesterol alto); gastrite; doença do refluxo gastroesofágico.

Está apto a identificar ainda a tratar de infecções intestinais; urinárias; infecções de pele e micoses; infecções pulmonares, infecções de orofaringe; cefaléia (dor de cabeça); hipo e hipertireoidismo.

Sem falar que durante uma consulta com clínico geral, ele ainda poderá diagnosticar: depressão, transtornos de ansiedade e anemias.

Mas, ele ainda promove um check up, para avaliar a saúde do seu paciente, promove uma avaliação pré-operatória para diversas cirurgias; faz avaliação para atividade física e orientação de exercícios físicos; dá orientação nutricional; indica vacinas, testa alergias e muito mais!

Por que é importante contar com a ajuda do médico clínico geral?

Com toda certeza, muita gente faz essa pergunta, porém nós daremos a resposta que por sinal é muito simples!

A grande vantagem de contar com um profissional que atua com clínica médica está no fato dele poder te acompanhar mesmo com a inevitável passagem dos anos, porque ele é conhecedor de todo o seu histórico e, ainda, poderá ajudar o médico especialista a propor o melhor tratamento devido a esse conhecimento.

Aqueles que entenderam a necessidade de contar com um clínico geral encontram na Confiamed a solução para esse problema! Porque nós temos diversos profissionais que atuam nesse segmento e que estão prontos para te dar todo o suporte necessário.

É claro que em um primeiro contato, não haverá aquela confiança, mas com o passar do tempo, a relação de médico e paciente ficará mais próxima e você sempre terá alguém de confiança para buscar quando as coisas não saírem como o planejado ou para te dar uma orientação quando for preciso recorrer a algo mais específico.

O melhor de tudo é que na Confiamed, além de contar com profissionais diferenciados, você agenda a sua consulta e paga um valor justo por ela e o atendimento é prestado da melhor forma possível por médicos que estão prontos a te ajudar!


Category: Notícias

Como escolher um bom ginecologista?

A sensação de nervosismo durante a primeira consulta com um médico ginecologista é quase inevitável, afinal, esse profissional atua em uma especialidade muito intima para a mulher fazendo com que ela fique envergonhada ou até tenha medo.

Por isso, é fundamental que haja uma relação de confiança entre profissional e paciente, pois ela precisa falar de maneira aberta sobre as suas necessidades, dificuldades e dúvidas. Com o objetivo de facilitar a sua decisão sobre a escolha da clínica de ginecologia que mais se encaixa ao seu perfil, daremos algumas dicas! Vamos a elas?

Qual é a primeira atitude que devo tomar antes de marcar uma consulta com médico ginecologista?

Antes de marcar uma consulta ginecologista e obstetra, procure indicações com suas familiares e amigas, mas lembrem-se de buscar alguém de confiança, pois assim ficará mais fácil identificar se o médico ginecologista que você marcou a consulta está de acordo com o perfil que você espera que ele tenha.

Depois de buscar as referências, apegue-se aos detalhes e nós sabemos, que somos muito boas nisso, certo? Assim, verifique se o médico ginecologista está pronto a te ouvir e mais do que isso, ele precisa estar sempre acessível e disponível.

O que fazer se a minha filha não se adaptar ao meu médico ginecologista?

De maneira geral, a mãe costuma levar a filha na clínica de ginecologia que ela costuma frequentar. Entretanto, essa não é uma regra, sabe por que? Porque nem sempre a filha se adapta ao estilo do médico.

E se não houver essa adaptação, a mãe deve buscar o quanto antes um outro médico ginecologista, pois é fundamental que a menina ou a mocinha tenha um acompanhamento antes mesmo de ficar menstruada ou logo depois da ocorrência da primeira menstruação.

Como será minha primeira consulta ginecologista e obstetra?

Esse primeiro contato é um tabu para todas as mulheres, não é mesmo? Todavia, não há o que temer! Na primeira consulta com o médico ginecologista, o objetivo será apenas esclarecer as dúvidas sobre tudo o que envolve esse mundo novo da sexualidade e como é possível evitar a gravidez, pois agora, isso pode sim acontecer!

Além disso, durante a consulta ginecologista e obstetra, o profissional perguntará se a menina já não é mais virgem, pois se a resposta for afirmativa, ela deverá ser submetida ao exame de Papa Nicolau a fim de verificar se ela tem alguma doença sexualmente transmissível e como será o tratamento.

No entanto, se a mocinha ainda for virgem, o médico ginecologista apenas observará toda a região genital e tirará todas as dúvidas que ela venha a ter. Mãe, se sua filha preferir, deixe que ela entre no consultório sozinha, pois assim ela ficará menos intimidada, ok?

Como a clínica de ginecologista pode interferir na minha escolha?

A clínica de ginecologista também é importante nesse processo de escolha do médico ginecologista. Não se preocupe se o ambiente é luxuoso, apenas observe se você é bem tratada e se todos os que estão ali se preocupam com o seu bem-estar.

Muitas mulheres preferem médica ginecologista, por acreditarem que se sentirão mais à vontade durante a consulta ginecologista e obstetra. No entanto, o que determina a escolha nada mais é do que a sua preferência pessoal.

Além de poder escolher o sexo do profissional, a mulher que está em busca do médico ginecologista deve considerar a preferência por um profissional mais novo ou de mais idade.

Independentemente do motivo, se você não se sentir bem durante a consulta ginecologista e obstetra, trocar o quanto antes de médico ginecologista é a melhor alternativa, pois o quanto antes encontrar, melhor, pois assim diante de qualquer situação, você terá à sua disposição, um profissional competente e que te atente.

Em busca de uma clínica de ginecologia?

As mulheres que não dispõe da comodidade de um plano de saúde, mas entendem a necessidade de que é preciso visitar um médico para manter sempre a sua saúde em dia, devem buscar ajuda na Confiamed.

Ali, estão reunidos diversos profissionais e assim não será preciso se preocupar, pois caso não haja adaptação na primeira consulta ginecologista e obstetra, nós temos diversos profissionais.

Com tanta facilidade, o que não pode é você ficará sem ser atendida e sem ter um médico de confiança por falta de adaptação!


Category: Notícias
Atendimento online
Atendimento Online
Olá, podemos ajudar ?